Tecnologia e Materiais

 As nossas pranchas são construídas com recurso a maquinaria de ponta, tecnologia inovadora e materiais de primeira qualidade. Como resultado de intensiva pesquisa tecnológica direcionada para o desempenho e durabilidade, a nossa linha de produção integra métodos inovadores que permitem fazer pranchas mais rápidas, leves, flexíveis e duráveis.

Com ou sem Flowtech, laminadas tradicionalmente, a vácuo ou por infusão, asseguramos a entrega de um produto final de refinada qualidade e alto desempenho.

Desde a máquina de corte aos blanks, passando pela resina utilizada na laminação das pranchas, primamos pela escolha de produtos de topo, independentemente da produção ser total ou parcial para marcas internas ou externas.

 

 

  

 

CNC AKU SHAPER

Equipada desde 2014 com uma AKU Shaper, a Xhapeland foi a primeira fábrica em Portugal a operar esta máquina de corte assistido por computador. A lâmina inverte a direção para cada um dos lados (até 140º em torno do blank), oferecendo um corte extremamente preciso e simétrico. Finalizamos os shapes até 90% para todo o tipo de pranchas.

 

 

 

 

 

 

infusão

A laminação por infusão faz a resina correr de um ponto ao outro através do vácuo. O efeito de vácuo comprime os materiais ao bloco garantindo que a resina é impregnada na fibra de forma rápida e homogénea, maximizando a resistência da prancha sem prejudicar a sua flexibilidade. O resultado são pranchas mais resistentes e duradouras, que podem ser usadas durante consideravelmente mais tempo sem que se notem sinais de uso e degradação. Esta tecnologia também elimina os excessos de resina, direcionando-os para um contentor selado. A construção torna-se, assim, mais barata e a prancha mais leve.

 

 

 

 

 

 

vácuo

A prancha é comprimida numa bolsa de nylon com materiais absorventes depois de ter sido laminada tradicionalmente. A pressão causada pelo vácuo comprime as camadas de fibra e resina, suprimindo os excessos de resina e fazendo com que a prancha tenha somente a quantidade de materiais necessária para garantir a sua resistência. O laminado torna-se, assim, duas vezes mais leve do que numa prancha laminada tradicionalmente. As pranchas laminadas a vácuo são também mais duradouras do que as pranchas standard. O resultado é uma prancha mais resistente sem perder a flexibilidade, comportando-se como um verdadeiro monobloco.

 

 

 

 

 

flowtech

Hoje em dia, é globalmente aceite pela comunidade científica que um fluxo laminar gera mais atrito na zona de fronteira que um fluxo turbulento. A superfície irregular de uma bola de golfe é o exemplo definitivo desta teoria. O Flowtech® (patente pendente) é uma tecnologia aplicável ao fundo das pranchas, através da qual são criadas irregularidades simétricas e homogéneas na superfície inferior da prancha (bottom) de forma a diminuir o atrito e aumentar a fluidez no contacto com a água, durante a surfada. Com esta tecnologia, as pranchas vão mais longe, mais rápido e com viragens mais fluídas na onda. 

 

South Coast / Arctic / Burford blanks


Utilizamos blocos de primeira qualidade da South Coast (Austrália), Arctic Foam (EUA) e Burford (Austrália). De elevada resistência e com vários tipos de densidade, estes blocos são a escolha diária das grandes marcas internacionais.

 

Fibras Hexcel

Fibra de vidro de alta qualidade. Sendo uma referência a nível mundial, garante um produto final homogéneo e de excelência a nível de resistência e durabilidade.


 

 

 

FIBRA aerialite

A fibra Aerialite é produzida nos EUA pela BGF Industries. É não-tóxica, brilhante, forte e fácil de usar. Uma fibra em que pode confiar.

 

 

FIBRA biaxial

A fibra Biaxial proporciona uma melhor relação resistência/peso, atenuando a sensação excessiva de vibração que algumas pranchas tendem a ter em determinadas condições de mar. Para pranchas mais resistentes, rápidas e responsivas.

 

 

 

CARBONO

Os patches de carbono são uma aplicação destinada a fortalecer determinadas áreas da prancha, especialmente expostas à pressão e ao impacto. Aplicados após a fibra, previnem a progressiva degradação da prancha e aumentam a sua durabilidade.

 

 

 

CARBON NET

Aumenta a tolerância ao estrago e proporciona maior rigidez às pranchas. O padrão de diamante proporciona um alto nível de resistência à rutura ao mesmo tempo que mantém uma flexibilidade natural e viva. Malha leve que torna o material muito fácil de laminar.

 

BAMBU

O bambu é uma aplicação destinada a quem procura dureza e resistência extras no deck das pranchas. Extremamente leve, este material não compromete a leveza nem a agilidade do equipamento. Para pranchas mais resistentes e duradouras.

 

Resinas Silmar


Utilizamos resina Silmar, uma marca de referência na indústria da fabricação de pranchas. Transparente, brilhante e resistente aos UV, é uma resina fácil de trabalhar que favorece um produto final homogéneo e duradouro.

 

FCS Fins


Um dos sistemas de quilhas mais utilizados no mundo. Na Xhapeland, instalamos com precisão qualquer modelo FCS (X2, FCS2, Fusion e Origin) de acordo com as preferências de cada cliente ou standards de cada shaper ou marca.

 

FutureS Fins


Com características semelhantes às tradicionais quilhas fixas, a FUTURES é um sistema de quilhas de primeira qualidade e que possibilita uma decoração personalizada através da utilização de caixas de várias cores.                 

 

 

 

 
 
 
X